Segurança: Como dificultar a entrada de bandidos na sua residência

Com a crescente criminalidade os cuidados precisam ser dobrados.

Segurança: Como dificultar a entrada de bandidos na sua residência

Com a crescente criminalidade os cuidados precisam ser dobrados.

Os crescentes índices de criminalidade têm assustado a população que não se sentem em segurança mais nem dentro dos seus próprios imóveis. A convivência com o medo é tanta, que sempre se busca novas ferramentas para proteger o patrimônio e também a vida, já que por pouco hoje um bandido pode disparar a arma e causar uma tragédia.

Para os moradores, nada mais assusta tanto quanto ter a sua casa invadida por marginais. O medo de se tornar refém em uma dessas ações faz com que as residências virem fortalezas na tentativa de sentir seguro e protegido.

Como ninguém quer passar por essa experiência, a tentativa é de evitar ao máximo o perigo. Com isso, a ideia é aumentar a proteção para dificultar as ações e minimizar o despertar do interesse dos marginais pela invasão ou roubo.

Se você está buscando maneiras para dificultar a ação dos marginais, leia este post e veja as recomendações sobre como tentar se manter longe de perigo. Vamos lá?

Os ladrões planejam os crimes antes do ataque

Dificilmente os marginais saem cometendo crimes sem antes ter analisado e planejado suas ações. Como eles tem um tempo reduzido, eles precisam perceber brechas ou locais vulneráveis para as suas ações.

A ideia dos marginais é gastar o menor tempo possível na ação e conseguir obter a maior quantidade de bens que possam dar lucro. Por isso, se você dificulta a entrada dos marginais, isso torna mais complicada a ação e dessa maneira, sua residência pode não entrar para a lista dos alvos certos.

Alarmes, cães e muros altos

Apesar de serem cidades do interior, você já reparou quantas casas em Cambé ou mesmo algumas casas em Londrina parecem verdadeiras fortalezas? Isso acontece porque entre os itens que mais afastam os marginais estão os muros altos. Como os bandidos não conseguem analisar quais são os obstáculos para chegar no seu objetivo, isso vai demandar de mais tempo para a ação, por isso acaba por inibi-los.

Os cães também são uma boa ferramenta de segurança, além deles defenderem o seu patrimônio, eles fazem bastante barulho e chamam a atenção das pessoas quanto algo de errado está acontecendo. Além de ser o melhor amigo do homem, o cachorro pode ser uma das melhores ferramentas também.

E quanto aos alarmes, estes são indispensáveis, uma vez que por meio dos sensores eles monitoram os movimentos estanhos e podem estar ligados direto na central para pedir apoio a polícia e aos seguranças. Com essa junção de ações, as residências podem ficar mais seguras, e seu moradores se sentirem protegidos dentro de suas casas.

A rotina dos moradores influencia

Os marginais costumam rondar pelos locais a procura de seus alvos. Com isso, eles analisam toda a rotina das suas possíveis vítimas. Quem mora em casa, eles observam como é a entrada e saída no portão, quais são os pontos vulneráveis, e até mesmo quantos moradores e a que horas costumam entrar e sair na casa.

Por exemplo, para que mora nos apartamentos em Londrina, as condições de entrada e saída nos condomínios são completamente diferentes das casas. Como de costume tem um porteiro, a ação é planejada de forma diferente.

Normalmente os marginais usam disfarces ou se passam por moradores e visitantes para entrar no condomínio. Após isso, eles buscam alvos como portas que não estejam trancadas, carros abertos no estacionamento, tudo que possa ser um alvo fácil e que eles possam sair despercebidos.

É mais comum ouvirmos que nos condomínios bandidos fizeram arrastões e roubaram vários apartamentos em uma só ação, mas via de regra, eles agem sem que as vítimas estejam em casa, por isso visam só o patrimônio. Já quando os marginais atacam as casas, eles não se importam se os moradores estarão ou não dentro de suas casas.

Como os marginais costumam agir

Diante das situações de roubos e furtos realizados a residências nos últimos anos, a polícia traçou um perfil da ação dos marginais. Via de regra eles costumam agira usando esses 4 quesitos como base:

- Eles planejam as ações e preferem as casas vazias. Para encontrar esses locais eles vigiam as casas, acionam a campainha, observam toda a movimentação do local escolhido.
- Para não serem reconhecidos eles se disfarçam de prestadores de serviço, moradores de rua ou até mesmo vendedores ambulantes.
- A maioria das ações acontecem em horário comercial, durante a semana e quando os moradores não estão em casa.
- O objetivo é por roubar eletrônicos, eletrodomésticos, dinheiro e joias, mas atualmente, até os animais de estimação tem sido moeda de troca para os marginais.

10 dicas para proteger a sua casa
- Analise os pontos de vulnerabilidade da sua casa para evitar a fácil ação dos marginais;
- Sempre que possível, tenha um cão de guarda para dificultar a ação, muito por causa do barulho que eles fazem;
- Reforce as fechaduras de portas e janelas;
- Não atenda a todos os prestadores de serviço que baterem a sua porta. Verifique que você solicitou a presença deles na sua casa, caso contrário, por segurança acione a polícia.
- Cuidado no portão. Observe se existem pessoas ou uma movimentação estranha ao chegar em casa. Caso você perceba algo suspeito não abra o portão e acione a polícia.
- Alarmes residenciais podem ser úteis pelo barulho, por isso, mesmo que não estejam conectados a uma central de monitoramento, instale alarmes sonoros em casa.
- Instale luzes com sensores de movimento para manter a sua casa sempre iluminada.
- Utilize câmeras de segurança em diferentes pontos da sua casa para monitorar qualquer atitude suspeita.
- Opte pelo portão automático, isso lhe trará maior segurança na hora de sair e chegar em casa. Muitos marginais abordam as vítimas na hora que elas descem do carro para abrir o portão.
- Cuidado com a sua rotina. Analise se ela está tornando você mais vulnerável à ação dos marginais. Chegar e sair todos os dias no mesmo horário pode ser perigoso.


Referência:
http://www.portalcambe.com.br/seguranca-como-dificultar-a-entrada-de-bandidos-na-sua-residencia/

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário